IAC Notícias

Saneamento Ecológico Rural

Ricardo Vasconcelos da coordenação técnica do IAC destacou em matéria para a Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA) a importância do saneamento ecológico rural para a conservação do solo, como imprescindível para a convivência com o Semiárido, bem como para a preservação da superfície do planeta. 

Confira o texto na íntegra abaixo, de autoria de Kleber Nunes da ASACom.

SANEAMENTO RURAL: TRATAR A ÁGUA É PROTEGER A TERRA

Uma das saídas, que a ASA defende que seja encarada com urgência, para evitar a infertilidade do solo e aproveitar todos os seus nutrientes, é a implantação de sistemas de saneamento rural. Essa medida garante a destinação correta e o reúso das chamadas “águas cinzas” e “águas fecais”, que depois de um processo de purificação retornam para o solo e ajudam na manutenção e produção da cobertura vegetal.

Saneamento Ecológico Rural

De acordo com o coordenador técnico do Instituto Antônio Conselheiro (IAC) e membro do Fórum Cearense pela Vida no Semiárido, Ricardo Vasconcelos, o saneamento rural e a conservação do solo estão diretamente ligados. Segundo ele, a superfície terrestre funciona como um filtro com a capacidade de depuração e mobilização de alguns poluentes, mas a realidade rural acaba sobrecarregando o solo.“Se a gente pega as informações do Programa Nacional de Saneamento Rural, vemos que mais de 90% dos domicílios do Semiárido brasileiro são desprovidos de infraestrutura adequada para a coleta do esgoto sanitário, ou seja, são liberados diretamente no solo, causando poluição e problemas de saúde pública”, explica.

Saneamento Ecológico Rural2

Para mitigar esse problema, a ASA tem atuado intensamente para que seja implantada uma política pública nacional de saneamento rural. Ao mesmo tempo, a entidade e suas organizações parceiras trabalham na implementação de sistemas de tratamento e reúso de águas cinzas (RAC), da fossa ecológica (bacia da evapotranspiração) e do reator UASB (biodigestor de esgoto).

Essas tecnologias de baixo custo são capazes de purificar a água proveniente de pias, ralos e bacias sanitárias, deixando-a com a qualidade exigida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para a irrigação, protegendo, portanto, o solo. “A partir do momento que a gente coleta esse esgoto, trata devidamente e reutiliza a gente está contribuindo diretamente para a conservação do solo e também do subsolo evitando a contaminação”, afirma Vasconcelos.

Endereço

icone endereco Rua: Desembargador Américo Militão, 410
 Centro | Quixeramobim/CE | CEP63800000
icone telefone +55 (88) 3441.1824
icone email iacquixeramobim@yahoo.com.br